Portal de Eventos Científicos do PPGMUS-UFBA, 4º Congresso Brasileiro de Iconografia Musical & 2º Congresso Brasileiro de Pesquisa e Sistemas de Informação em Música

Tamanho da fonte:  Menor  Médio  Maior

As caricaturas da cena musical de Belém na revista A Semana Ilustrada (1887-1888)

Raúl Gustavo Brasil Falcón, Luciane Viana Barros Páscoa

Última alteração: 2017-06-09

Resumo


A revista A Semana Ilustrada, de Belém do Pará, elucida sobre o cotidiano da vida paraense de uma forma bastante crítica e satírica. Fundada em 1887, por Crispim do Amaral (1858-1911), este periódico abordou jocosamente hábitos e personalidades da sociedade paraense. Conhecido por suas inúmeras habilidades artísticas, Amaral foi pintor, escultor, decorador, cenógrafo, desenhista, aquarelista, caricaturista, ator e músico (flautista) de ótima execução, realizando e participando de saraus e concertos em Manaus e Belém. Trabalhou como caricaturista em diversos jornais pelo país, tais como A Semana Ilustrada (1887), o Malho (1902), A Avenida (1903), O Pau (1905), O Século (1910-11), e no exterior, como Le Rire e La Caricature (LIMA, 1963).  Em A Semana Ilustrada, seus desenhos criticavam duramente personalidades importantes, ícones políticos e personagens no ramo das artes. A escolha pela revista A Semana Ilustrada, de Belém, privilegia o periódico em que o artista teve participação, com significativa repercussão em seu tempo. Este trabalho pretende analisar uma série de caricaturas realizadas por Amaral no âmbito da iconografia musical, que retratam músicos e cenas de óperas do teatro, eventos musicais, e diversas situações a respeito que envolvem a música presente na imagem.  A abordagem dessas obras será realizada através da teoria da arte e do método proposto por Erwin Panofsky (PANOFSKY, Significado nas Artes Visuais. Perspectiva, São Paulo, 1991), que estabelece três processos de análise: a descrição pré-iconográfica (conteúdo primário, natural ou expressional), a análise iconográfica (conteúdo temático ou convencional, constituindo o mundo das imagens, histórias e alegorias); e a interpretação iconológica (significado intrínseco ou conteúdo que constitui o mundo dos valores simbólicos). Pretende-se catalogar e interpretar as imagens do referido periódico com o objetivo de contribuir para um mapeamento da obra deste artista ainda tão pouco explorado.

Palavras chave -  Crispim do Amaral; Caricaturas; Cena musical; Belém; A Semana Ilustrada.